Uma análise do argumento do milagre em defesa do realismo informacional Show all records where Título is equal to Uma análise do argumento do milagre em defesa do realismo informacional
Edna Alves de Souza Show all records where Autor is equal to Edna Alves de Souza
UNESP/MAR Show all records where Instituição is equal to UNESP/MAR

O realismo científico é a perspectiva comprometida com as nossas melhores teorias científicas, isto é, com a existência de entidades, processos, relações etc., observáveis ou inobserváveis, indispensáveis para explicar o seu sucesso empírico, em particular, com aqueles componentes das teorias que são cruciais para se alcançar novas previsões bem-sucedidas. O argumento do milagre constitui um elemento de defesa estratégico do realismo científico. Tal argumento é um tipo de abdução ou inferência da melhor explicação e se expressa na célebre formulação devida a Putnam (1975), segundo a qual o realismo é a única filosofia que não faz do sucesso da ciência algo miraculoso. Neste trabalho, investigaremos a aplicação do argumento do milagre em áreas da ciência que incorporam, em seu núcleo, informação resultante do processamento realizado através de recursos de tecnologias digitais, mantendo-nos, assim, em uma reflexão que se insere no âmbito da nova filosofia da informação, a fim de oferecermos uma defesa do realismo informacional. Para tanto, nos apoiaremos em hipoteses e teses de H. Putnam (1975; 1999; 2012) e de l. Floridi (2010; 2011). Analisamos e rebatemos duas importantes modalidades de argumentação antirrealista: a indução pessimista e a circularidade viciosa da inferência da melhor explicação, tendo como eixo norteador a análise do desempenho do argumento do milagre. Acreditamos estar justificadas quanto à defesa da intuição básica do realismo informacional, segundo a qual a informação faz parte do mobiliário do mundo, existindo de forma objetiva na realidade, independentemente de atividades interpretativas de agentes conscientes. Por exemplo, mesmo que a espécie humana fosse extinta e que não existisse quaisquer outras formas de agentes conscientes, isso não implicaria no fim da informação ou das relações informacionais. Concluímos que o argumento do milagre continua sendo basilar e estratégico na defesa de diversas formas de realismo.

Filosofia da mente Buscar Grupo igual a Filosofia da mente
Dia 23 | Terça | sala 4 |09:30-10:00
FUCAPE
23/10/2018
FaLang translation system by Faboba