A abordagem fenomenológica da angústia na obra de Daniel Lagache Show all records where Título is equal to A abordagem fenomenológica da angústia na obra de Daniel Lagache
Simeão Donizeti Sass Show all records where Autor is equal to Simeão Donizeti Sass
UFMG Show all records where Instituição is equal to UFMG

A abordagem fenomenológica da angústia na obra de Daniel Lagache A fenomenologia husserliana despendeu grande esforço no sentido de diferenciar-se de todo psicologismo. Mas, a cientificidade da Psicologia sempre esteve no horizonte de suas perquirições metodológicas. Os Apêndices de Crise das ciências europeias, por exemplo, revelam tais preocupações. O esboço da Psicologia Fenomenológica sempre acompanhou a elaboração da Fenomenologia. O pensamento contemporâneo, em maior ou menor grau, viu-se obrigado a debater as vinculações entre a Fenomenologia e a Psicologia nascente. Desde Dilthey, leitores de Husserl encontram em suas obras uma fonte inesgotável de inspiração para a elaboração de abordagens psicológicas. Mesmo Jaspers identificou ideias relevantes para a formulação de sua Psicotalogia Geral. Dentre as ideias centrais da fenomenologia husserliana utilizadas, destacam-se duas: a atitude de "tomada de consciência" e a tarefa fenomenológica de enunciação do "sentido" dos fenômenos vividos. Daniel Lagache, na França, teve um papel importante no desenvolvimento da Fenomenologia e da Psicologia, assim como na divulgação da incipiente Psicanálise freudiana. Um tema recorrente nessas investigações é a definição de Angústia. Tal definição, que deita suas raízes no pensamento antigo, desafiou e ainda desafia a todos que se lançam no árduo trabalho de decifrar seus mistérios. Até Édipo, ícone da sabedoria, não conseguiu viver sem a presença dessa verdadeira condição existencial da humanidade. Sem dúvida, a Psicanálise teve relevante papel nessa valorização. É preciso relembrar, contudo, que a tarefa de decifrar a Angústia esbarra em uma primeira dificuldade teórica, qual seja, a própria definição do termo. Cada teoria que tenta determiná-la diverge em graus variados das formulações já existentes. Seja pela diversidade de manifestações ou pela semelhança em relação a outros fenômenos psíquicos. Tentando alinhavar alguns fios desse extenso tecido teórico que é o conceito de Angústia, faremos uso de algumas reflexões de Daniel Lagache desenvolvidas no artigo "Les rapports de l'angoisse et de la conscience", publicado em 1949, na Revue Philosophique de la France et de l'Étranger. Nesse estudo, veremos o autor mencionar as teorias psicanalíticas, para depois inserir uma nova abordagem, a Angústia como uma "forma de consciência". Tal estratégia é acompanhada de uma inserção inesperada, a teoria de W. Stern e a sua psicologia do conflito. Tal reordenamento da discussão nos faz pensar acerca da possibilidade de abordar a Angústia a partir da consciência do conflito entre a pessoa e a situação ambiente, que tem seu início na experiência do nascimento. A comunicação versará sobre alguns aspectos desse debate.

Fenomenologia Buscar Grupo igual a Fenomenologia
Dia 23 | Terça | Sala 1 |16:25-17:05
Hotel Bristol
23/10/2018
FaLang translation system by Faboba