Um Critério no Espaço Lógico Transreal para a distinção entre proposições com comportamentos clássico e não-clássico. Show all records where Título is equal to Um Critério no Espaço Lógico Transreal para a distinção entre proposições com comportamentos clássico e não-clássico.
Tiago S. dos Reis E James Anderson
Walter Gomide Show all records where Autor is equal to Walter Gomide
UFMT Show all records where Instituição is equal to UFMT

Um Critério no Espaço Lógico Transreal para a Distinção entre Proposições com comportamentos clássico e não-clássico. Walter Gomide (UFMT) Tiago S. Reis (IFRJ) James Anderson (University of Reading, UK) Para a distinção entre proposições clássicas e não clássicas (distinção essa de extrema relevância nas lógicas contemporâneas, como a lógica paraconsistente), começamos apresentando a nossa concepção de semântica total. Na semântica total, todas as possibilidades de atribuição de valor de verdade às proposições são modeladas na aritmética transreal, aritmética essa que é baseada nos números transreais, novo domínio numérico criado por um dos autores deste trabalho, o cientista da computação James Anderson, e que permite a divisão por zero. Assim, dialetheias, isto é, proposições que são simultaneamente verdadeiras e falsas, e “Gaps”, proposições que não são avaliadas como verdadeiras ou falsas, são mapeadas na semântica total como tendo valores de verdade relacionados a números transreais determinados; o falso e o verdadeiro clássicos, obviamente também são representados por números transreais na semântica total. A partir da semântica total, passamos à construção de um espaço lógico onde as proposições podem ser representadas como “vetores” cujos componentes são mundos possíveis ou interpretações das proposições. Dessa maneira, assim como o espaço físico é constituído por objetos físicos, da mesma forma o espaço lógico seria uma estrutura erigida sobre objetos lógicos fundamentais, as proposições. Nesse espaço lógico, visto como análogo a um espaço vetorial de dimensões infinitas, definimos os conceitos de transformação lógica, e damos um sentido “geométrico” às relações modais de necessidade e possibilidade. Por fim, como resultado principal a ser atingido por via dessa construção lógico-geométrico, oferecemos um critério “métrico”, por assim dizer, para a distinção entre proposições clássicas e não clássicas, entendendo por “proposição clássica” aquela que obedece ao princípio de não-contradição.

Lógica Buscar Grupo igual a Lógica
Dia 23 | Terça | Sala 1 |15:45-16:15
FUCAPE
23/10/2018
FaLang translation system by Faboba