A ameaça da técnica: Hans Jonas e a urgência de uma nova ética Show all records where Título is equal to A ameaça da técnica: Hans Jonas e a urgência de uma nova ética
Roberta Soares Nazário da Silva Show all records where Autor is equal to Roberta Soares Nazário da Silva
UFPB/UFPE/UFRN Show all records where Instituição is equal to UFPB/UFPE/UFRN

O objetivo geral desta pesquisa é apresentar as mudanças originadas da técnica moderna e como elas impõem a necessidade de nova um perspectiva no campo da ética. Para tanto, iremos nos apoiar na concepção do filósofo Hans Jonas e a sua ética pautada na dimensão da responsabilidade. Por mais orgânico que o fenômeno da técnica moderna se apresente no cotidiano contemporâneo, com suas faces personalizadas e otimizadas, fazendo parte de todas as esferas vivenciadas pelo seres, uma questão não pode passar ilesa de ser contestada: se a técnica moderna é uma extensão do ser humano moderno e modificou o seu modo de comunicação, transporte, vestimenta, aprendizado, alimentação e, até de se relacionar com o outro, se ela demandou alterações em todos esses campos, por qual motivo ainda está assentada no terreno de uma ética tradicional? A urgência de um modelo ético que traga para o campo da filosofia a discussão sobre esta temática é visceral. Nesse sentido, se a problemática sobre este fenômeno adentra a vereda da filosofia e suscita do campo da ética uma ponderação sobre questões que, até então, participavam da esfera da literatura ou, quando muito, do filmes hollywoodianos, é pertinente que se comece a considerar sobre os impactos e ameaças que trazem todo esse panorama. Quem ousaria dizer que a técnica moderna é puramente boa ou ruim? Para este contexto a filosofia não deve desfrutar de um maniqueísmo sem sentido, é pontual explicitar que a técnica moderna não deve ser valorada únicamente desta forma. O que se deve buscar nesse cenário são quais foram os meios utilizados para sua elaboração e para que determinado fim ele está sendo empregado. Mesmo com todas as possíveis teorias e estudos sobre esta temática, de autores das mais diversas áreas, uma crítica ao pensamento tecnocientífico é, ainda, caracterizada como um discurso pessimista, alarmista e retrogrado. A engenharia genética, a biotecnologia, a nanotecnologia, as pesquisa sobre o transhumanismo, entre outros, podem permitir ao homem redimensionar a própria história, contudo, esse fato ainda é negado quando observado diante de um aspecto absolutamente religioso, por exemplo. Sobre este aspecto, podemos afirmar que ao mesmo tempo em que podemos produzir algo capaz de melhorar a condição da vida humana, também podemos produzir algo capaz de gerar efeitos cumulativos e colocar em perigo aquilo que visamos proteger. O que nos leva a concluir que a ciência, na tentativa dominar a natureza, desbravou um caminho às cegas e chegou a muitas descobertas magníficas e, em outro extremo, a invenções potencialmente perigosas para a continuidade da existência do homem e da vida no planeta. Hans Jonas nos oferece um terreno fértil para esta incursão sobre novas formas de avaliação e ponderação para o uso da técnica moderna, além de possibilitar a reflexão sobre a necessidade de uma nova ética para civilização tecnológica.

Hans Jonas Buscar Grupo igual a Hans Jonas
Dia 24 | Quarta | Sala 304|13:30-14:00
BW
24/10/2018
FaLang translation system by Faboba