A alteridade inerente ao processo de criação em dança-teatro: uma leitura de Pina Bausch. Show all records where Título is equal to A alteridade inerente ao processo de criação em dança-teatro: uma leitura de Pina Bausch.
Renata Ribeiro Tavares da Silva Noyama Show all records where Autor is equal to Renata Ribeiro Tavares da Silva Noyama
UNESPAR Show all records where Instituição is equal to UNESPAR

Este trabalho se dedica a realizar uma interpretação da proposta cênica e do processo de criação de Pina Bausch a partir da ideia de alteridade. Entendemos aqui que a alteridade é uma noção central, que perpassa tanto seus processos quanto seus resultados, ainda que Pina não tenha colocado, em termos teóricos, esta conceituação. Partimos principalmente de entrevistas que a coreógrafa deu ao longo de sua vida, assim como de material em vídeo dos processos de criação do Tanztheater Wuppertal Pina Bausch que demonstram a centralidade aqui apontada, seja pela maneira com que Pina e seus bailarinos realizavam suas criações, isto é, através do método de perguntas e respostas, sempre de forma coletiva, seja pelo próprio entendimento de Pina do que era a dança, isto é, uma visão marcada por uma abertura ao outro inexistente em outras vertentes de pensamento da dança contemporânea. Esta abertura se dá em vários sentidos, que vão desde o caráter coletivo da criação das peças, até uma noção muito própria de Pina de uma escuta de algo que ela não pretende definir intelectualmente. Passamos, portanto, pelas noções de verdade, técnica e obra de arte em Heidegger, e pela noção de desconstrução em Derrida para tecer semelhanças com o trabalho de Pina, salientando a presença de um pensamento do entre, de um jogo entre identidade e diferença que dá vida e caracteriza a proposta do Tanztheater de Wuppertal.

Desconstrução, linguagem e alteridade Buscar Grupo igual a Desconstrução, linguagem e alteridade
Dia 24 | Quarta | Sala 201 |09:00-09:30
CTI
24/10/2018
FaLang translation system by Faboba