Critérios de Avaliação
Léo Peruzzo Júnior; Ericson Falabreti; Bortolo Valle
PUCPR

Fomentar uma política de internacionalização das Revistas:

1. Valorização da publicação de textos em língua estrangeira, fundamentalmente em inglês. Tomar a publicação de artigos em língua estrangeira como um ponto a ser considerado na política de avaliação das Revistas.

2. Formação específica de Conselho Editorial Internacional como, por exemplo, seguindo as indicações do Scielo.

 

Peso para todas as Revistas do Estrato

- Todas as  Revistas que possuem Estrato, mesmo a C, passam a ter um peso. Isso seria importante para o desenvolvimento da Revista e seria um fator de indução para que a Revista tivesse mais contribuições na comunidade acadêmica.

 

Indexação

1. A indexação da Revista deve ter um papel importante na consolidação do Estrato, uma vez que é pensado apenas no Estrato B1. Realizar tal aspecto seria fomentar que as revistas da área possam, cada vez mais, fazer parte das bases de dados. Os elementos de indexação permitem uma maior valorização da revista frente à pesquisa e à comunidade acadêmica.

2. Consideração de outros indexadores na validação das revistas para efeito de ranking, entre os quais Scopus, Web of Science, Geodados, SCIMAGO.

 

Parecer

1. Revistas no Estratos mais elevados (B1-A2-A1) devem ter em suas políticas editoriais o processo de revisão peer review e blind review.

 

Resenhas e Entrevistas

1. As revistas de Filosofia pudessem ser avaliadas por outros elementos agregados à pesquisa além de artigos (por exemplo, resenhas e entrevistas realizadas por especialistas).Atualmente, as revistas Estrato A2 devem publicar resenhas periodicamente e, além disto, por que não entrevistas?

 

Periodicidade

1. A consideração da quadrimestral idade dos periódicos como requisito no processo de ranking das Revista nos Estratos mais elevados.

Avaliação

1. Maior consideração objetiva dos critérios para efeito de ranking das Revistas; que os critérios de Estratificação sejam respeitados na sua integralidade.

2. Acessibilidade e visibilidade na Revista – Fator de Impacto como sugestão para avaliação do Estrato.


FaLang translation system by Faboba