Lançamento de livro: Coleção Filosofia em Cordel - 2ª Edição

Foto da Coleção Filosofia em Cordel

2ª edição da Coleção Filosofia em Cordel, de  Lindoaldo Campos

Trata-se de uma caixa com 11 cordéis de cunho didático, elaborados com o propósito de contribuir para a realização das aulas de Filosofia (sobretudo no Ensino Médio) e de despertar o público em geral para algumas de suas mais expressivas temáticas.

Os títulos da Coleção são os seguintes:

Cordel nº 1 – Filosofia: o que é isso? (Origem - Fundamentos - Períodos - Temas - Pensadores)

Cordel nº 2 – Espanto: o começo de tudo – Os filósofos pré-socráticos

Cordel nº 3 – “Conhece-te a ti mesmo” – A filosofia de Sócrates

Cordel nº 4 – O Banquete – Platão

Cordel nº 5 – Diógenes, o cínico – O bufão da Filosofia

Cordel nº 6 – O Conhecimento (Platão - Santo Agostinho - São Tomás de Aquino - Bacon - Descartes - Locke - Hume - Kant)

Cordel nº 7 – Como filosofar com o martelo – O pensamento de Nietzsche

Cordel nº 8 – Ética 1 – A inaudita arenga de João Grilo, Padre Panécio e Chico Pança (Hedonismo - Ceticismo - Estoicismo - Epicurismo)

Cordel nº 9 – Ética 2 – A engenhosa palestra de João Grilo e o Juiz Feliciano Morais (Aristóteles - Bentham - Stuart Mill - Kant - Espinosa - Schopenhauer - Sartre)

Cordel nº 10 – Filosofia Política 1 – A nunca vista nem ouvida peleja de João Grilo e o Coronel Pereira (Aristóteles - Maquiavel - Karl Marx)

Cordel nº 11 – Filosofia Política 2 – O fabuloso triálogo de João Grilo, o Prefeito Tomás e Lúcio Mata-Borrão (Platão - Hobbes - Locke - Rousseau - Montesquieu)

 

A título ilustrativo, seguem as primeiras estrofes do Cordel nº 2 – Espanto: o começo de tudo – Os filósofos pré-socráticos

Às senhoras, aos senhores
A todos, por cortesia
Peço licença um instante
Pra narrar, em poesia
Do “direito” e do avesso
A história do começo
De nossa Filosofia
 
Ela vem da alegria
Que sentimos ao saber
Mas também da agonia
De pouca coisa entender
É anseio, estranheza
Porque nós, por natureza
 
O que devemos fazer?
Há destino ou liberdade?
A vida tem um sentido?
O que é mal e bondade?
Filosofia vem, portanto,
Do thaumazéin, o espanto
Perante a realidade
 
Em busca de uma verdade
Procurou-se explicação
Que não fosse pelos mitos
(julgados fabulação)
Nada de Mitologia
Pois tudo se explicaria
Só pelo logos (Razão)
 
Foi uma revolução
Que ocorreu no Ocidente
Seiscentos antes de Cristo
Na Grécia de antigamente
Quando uns “cabras” pensadores
“Arrocharam os motores”
Da força de sua mente
 
Não foi coisa de repente
Mas extensa caminhada
Nem foi um “milagre grego”
Porque “nada vem do nada”
Comércio, pólis (cidade)
Navegações, liberdade
Motivaram a jornada

...

Contato: lindoaldocampos@hotmail.com

FaLang translation system by Faboba