CARTA DE CURITIBA - CHAMADO À RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Vivemos um momento de graves e irresponsáveis agressões ao meio ambiente, com ataques à já frágil legislação, retrocessos institucionais e supressão de direitos patrocinadas por um governo que nega as evidências da crise climática criando vexames internacionais e incentivando práticas de pilhagem que incluem o desmatamento da Amazônia, queimadas, uso indiscriminado de agrotóxicos e a extinção da vida. Agora, como nunca, precisamos recuperar o sentimento de pertença do ser humano em relação à natureza, estimular o exercício da cidadania ativa e planetária, assumindo a dimensão de responsabilidade como única possibilidade de preservação da Vida como valor fundamental, respeitando a biodiversidade, com a qual a humanidade vive em solidariedade de interesses.

Quando celebramos os 40 anos d’O Princípio Responsabilidade, obra seminal do filósofo alemão Hans Jonas, retomamos suas advertências para denunciar os resultados da ação antrópica e seus impactos negativos nos ecossistemas, conclamando a humanidade a exercitar a Ética da Responsabilidade, agindo com prudência e cautela, diante dos desafios lançados pela ciência e pela técnica que, de benesses, tornaram-se ameaças à integridade da vida, na medida em que se associaram e promoveram um modelo socioeconômico insustentável. A obra de Hans Jonas merece o reconhecimento que tem recebido ao longo dessas décadas e sua celebração será sempre uma convocação para a tarefa moral e política que nosso tempo nos impõe.

Diante da ameaça de destruição das culturas indígenas, vítimas de etnocídio, da floresta amazônica e de outros biomas, agredidos pela ação especulativa dos que aceitaram acriticamente o atual projeto de desenvolvimento, nós, filósofos, filósofas e pesquisadores(as) de diversas áreas, tornamos público este manifesto em defesa da Vida, conclamando cada um(a) e todos(as) a assumir o compromisso de lutar para ver restauradas em nosso país a Democracia Plena e, com ela, a proteção da vida em todas as suas formas.


Curitiba, primavera de 2019, nos 40 anos da publicação d’O Princípio Responsabilidade, ensaio de uma ética para a civilização tecnológica, de Hans Jonas.

Grupo de Trabalho Hans Jonas
Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia do Brasil

Tags: NOTAS

FaLang translation system by Faboba