FAJE
secextensao@faculdadejesuita.edu.br

Minicurso

A hermenêutica do verbo interior em Agostinho e Paul Ricoeur

Prof. Dr. Noeli Dutra Rossatto (UFSM)

Data e horário: 6 de outubro, segunda-feira, das 14 às 17:40.

 

ENTRADA FRANCA 

PROGRAMA

 

I. TEMA: A hermenêutica do verbo interior em Agostinho e Paul Ricoeur.

 

II. OBJETIVOS E METAS

 

1. Objetivo geral

1.1. Tratar a hermenêutica do verbo interior em Agostinho e Paul Ricoeur.

 

2. Objetivos específicos

2.1. Examinar a noção de verbo interior em relação às teses da efetividade e da inefetividade da hermenêutica.

2.2. Especificar as funções da eternidade em relação ao verbo interior.

2.3. Avaliar a relação entre tempo e narrativa em Ricoeur e Agostinho.

2.4. Apontar a ligação entre a hermenêutica do verbo interior, o dom e a ética.

 

III. CONTEÚDO

 

1. O problema do verbo interior na hermenêutica contemporânea

2. O verbo interior em Agostinho.

2.1. Confissões: ser e medida do tempo;

2.2. Tempo e eternidade

2.3. Verbo interior: criação e recriação

3. O verbo interior em Paul Ricoeur

3.1. Tempo e narrativa I: função da eternidade e verbo

3.2. Eternidade e experiência do tempo

3.3. Verbo interior e instrução (docere)

 

IV. BIBLIOGRAFIA

 

IV. 1. Primária

 

AGOSTINHO. Confissões. Livro XI .11ª edição. Trad. J. Oliveira Santos e A. Ambrósio Pina. Petrópolis: Vozes, 1992.

 

___. Las Confesiones. Quinta edición crítica y anotada por Ángel Custodio Vega. Madrid: BAC, 1968.

 

RICOUER, P. Temps et récit. Tome I. L’intrigue et le récit historique. Paris: Seuil, 1983.

 

___. Tempo e narrativa I (Cap. 1. As aporias da experiência do tempo. O livro XI das Confissões de Santo Agostinho). Trad. Constança Marcondes Cesar. Campinas: Papirus, 1994.

___.Entre tempo e narrativa: concordância/discordante. Trad. Noeli Dutra Rossatto. Kriterion, n. 125, Jun 2012, p. 299-310.

 

IV. 2. Secundária

 

BOCHET, I. Agustin dans la pensée de Paul Ricoeur. Paris: Facultés Jésuites de Paris, 2003.

 

CROSSON, F. J. The structure of the «De magistro». Revue des Études Augustiennes, n. 35, p. 120­127, 1989.

 

GRONDIN, J. Introdução à hermenêutica filosófica. Trad. Bento Dischinger. São Leopoldo: Unisinos, 1999.

 

ROSSATTO, N. D. Narrativas do tempo: Agostinho e Joaquim de Fiore. Mirabilia, n. 11: 212­226,jan∕jun 2010.

 

 

ROMELE, A. L’esperienza del verbum in corde – ovvero l’ineffettività dell’ermeneutica. Milano: Mimesis Edizioni, 2013, 249p.


06 Out 2014 > Ocorrido há 2184 dias
06 Out 2014
FaLang translation system by Faboba