Nota de Pesar pelo falecimento do Prof. José Nicolau Heck.

 
NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DO PROF. JOSÉ NICOLAU HECK, POR OCASIÃO DO SÉTIMO DIA DE SEU FALECIMENTO, EM NOME DO INSTITUTO DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA. 

 
É com enorme sentimento de pesar e de melancolia que nós, os professores do Instituto de Filosofia da Universidade de Uberlândia, refletimos sobre o falecimento do sempre ilustre Prof. Dr. José Nicolau Heck, dono de uma vida e de uma obra com significados que não podem ser abarcados em poucas linhas.
Este momento é, em primeiro lugar, de profunda tristeza, pois estamos doravante desprovidos da companhia de um ser humano cuja vida foi um exemplo de cidadania, respeito, generosidade, trabalho árduo e honesto, talento, receptividade e acolhimento.
 
Em tempos de relações líquidas, este momento é também ocasião oportuna para reconhecermos o inestimável valor das contribuições do Prof. Heck para a Filosofia e para o Direito na Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC GOIÁS), na Universidade Federal de Goiás e no Brasil e no mundo.
Sem dúvida, o Prof. Heck foi menos reconhecido do que merece, não só pela qualidade de seu trabalho, mas pela intensidade, entrega e inventividade. Doutorou-se em Filosofia pela Universidade Luís Maximiliano de Munique no ano de 1977, graduou-se em Direito por essa mesma Universidade em 1985, e advogou em Munique entre 1985 e 1991, nas áreas do direito comercial e trabalhista. Ao voltar para o Brasil, iniciou sua belíssima trajetória junto à Universidade Federal de Goiás e à PUC-GO. Pela Universidade Federal de Goiás, por onde se aposentou como professor titular, ministrou inúmeras disciplinas na Graduação e na Pós Graduação, nas áreas de filosofia política, filosofia jurídica, ética, bioética, ciência ambiental; dotado de muita erudição e rigor filosóficos, o Prof. Heck é conhecido por ser um grande conhecedor da história da filosofia. Participou da fundação do Programa de Pós Graduação em Filosofia da UFG, tendo sido, desde suas origens, um dos nomes mais importantes para a manutenção e desenvolvimento deste Programa de Pós, hoje tão respeitado no país, tanto em nível de mestrado quanto de doutorado. O Prof. Heck participou da organização da 1ª, 2ª e 8ª Semanas de Filosofia Política da FAFIL-UFG, da 1ª a 11ª Jornadas Goiana de Filosofia do Direito (ao longo de 13 anos), foi chefe de Departamento da FAFIL-UFG, Coordenador e Vice-Coordenador do Programa de Pós em Filosofia da UFG, Coordenador da parte brasileira no Convênio Brasil/Alemanha pela CAPES. Integrou o Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais/UFG (Doutorado).
 
Pela PUC-GO, o Prof. Heck ministrou disciplinas de filosofia do direito, disciplinas sobre as relações entre filosofia e tecnologia (antes de esse assunto se popularizar em filosofia), de história da filosofia, filosofia e direito, ética, bioética e meio-ambiente, globalização, responsabilidade, ética e teoria geral do Estado. Além disso, foi, entre 1998 e 2002, Pró-Reitor da PUC-Goiânia (pela Pró-Reitoria de Pós Graduação e Pesquisa), atuando mais especificamente como Coordenador dos Programas de Pós-Graduação Stricto Senso. Atuou também junto à PUC-RS, na qualidade de Coordenador do Convênio de cooperação filosófica entre a PUC-RS e UCGO (Formação de Doutores em Filosofia da UCG), sendo corresponsável pela mudança de vida para muitas pessoas.
 
Pesquisador das áreas de Filosofia Política, Ética, Filosofia do Direito, Ética e Meio Ambiente e Moralidade e Legalidade, Heck é, ademais, uma das principais referências na história do Brasil em estudos sobre o filósofo alemão Jürgen Habermas, tendo sido ele o segundo tradutor brasileiro deste ilustre filósofo, o que contribuiu imensamente para a pesquisa do filósofo no Brasil e para que o Prof. Heck se tornasse uma das principais referências no estudo do filósofo e sociólogo alemão, colaborando com toda uma geração de filósofos, sociólogos e juristas brasileiros que estudam o pensamento de Habermas devem sua formação em língua portuguesa ao Prof. Heck, que traduziu, em 1982, a então recente obra do autor alemão, intitulada Conhecimento e interesse, publicada pela Zahar, e com esse trabalho Heck contribuiu muito para disseminar a obra de Habermas para o Brasil.
 
O Prof. Heck publicou, em sua prolífica carreira, 111 artigos em periódicos científicos, em periódicos nacionais Qualis A e B, em português e em outros idiomas (especialmente inglês e alemão), o que tanto ajudou a fomentar sua excepcional reputação internacional. Entre livros publicados e organizados, o Prof. Heck é responsável por 16 livros; publicou 18 capítulos de livros, participou de 51 bancas de defesa de dissertação de mestrado, de 14 bancas de defesa de tese de doutorado, orientou 4 teses de doutorado, 45 dissertações de mestrado (inclusive de uma de nossas professoras, Maria Socorro Ramos Militão, a quem acolheu como um pai acolhe uma filha), 4 trabalhos de conclusão de curso, e, dentre tantas outras, 25 orientações de iniciação científica.
 
O Prof. Heck, por sua produtividade e capacidade, foi Pesquisador de produtividade de pesquisa do CNPq, membro da Sociedade Kant Brasileira, Secção de Campinas e líder do Grupo de Pesquisa Ética, Filosofia Política e Filosofia do Direito (UFG), foi Membro do Conselho Consultivo da Revista Educação e Filosofia da Universidade Federal de Uberlândia entre outras tantas. O Prof. Heck foi parecerista e consultor do CNPq e da CAPES em centenas de ocasiões, para diversos propósitos, o que demonstra a confiança dessas agências de fomento em seu trabalho, capacidade e senso de justiça.
Do pouco que dizemos, não conseguimos demonstrar o real sentido em que o Prof. José Nicolau Heck é o dono inalienável de uma vida, de um magistério e de uma atuação pessoal, profissional e acadêmica que trazem consigo o seu brilhantismo e sua generosidade. Sua vida é exemplar, e seu legado é perpétuo.
 
Queremos, mais uma vez, e com a mesma intensidade, manifestar nossos mais sinceros sentimentos de pêsames aos familiares, amigos, amigas, ex-aluno(a)s, orientandos e orientandas do ilustre Prof. Dr. José Nicolau Heck.
 
 
Professores do Instituto de Filosofia da Universidade Federal de Uberlândia
 

30 Nov -0001 > Ocorrido há 737871 dias
FaLang translation system by Faboba