OS 130 ANOS DE PARA A G ENEALOGIA DA MORAL
Universidade Do Vale do Rio dos Sinos
ihu-trabalhos@unisinos.br ou afeiler@unisinos.br

 

O Colóquio de Filosofia é um evento anual, destinado aos alunos da pós-graduação e da graduação em filosofia destinado aos acadêmicos de diversas IES do Estado do Rio Grande do Sul, do Brasil e do exterior. Acontece no campus da Unisinos e reúne cerca de duzentas pessoas, divididas entre alunos, professores e demais profissionais, possibilitando o estudo e a discussão de temas específicos com incidência inter e transdisciplinar a cada edição a partir da apresentação de comunicações, mesas redondas e conferências.

 

            O tema da vigésima primeira edição será: Nietzsche: genealogia, transvaloração e sociedade. Os 130 anos de Para a Genealogia da Moral. Esta XXI edição será em parceria com o UFPEL. Investigaremos no conjunto da obra de Nietzsche, principalmente em Para a Genealogia da Moral a importância e atualidade do método genealógico enquanto diagnosticador dos valores da modernidade. Pela genealogia detecta-se não somente a criação dos valores, mas as condições de criação dos mesmos. O papel do genealogista se situa no desvelamento das perspectivas implicadas nas avaliações, descobrindo a avaliação que determina o valor dos valores, o que move determinada avaliação. A genealogia está para além dos argumentos com que demonstra os valores decadentes, precisamente naquilo que mostra “(...) o superior não deve rebaixar-se a instrumento do inferior, o pathos da distância deve manter também as tarefas eternamente afastadas! Seu direito de ser o sino de plena ressonância diante daquele falho, dissonante, é afinal mil vezes maior: eles somente são os fiadores do futuro, eles somente estão comprometidos com o futuro do homem. (GM, III, § 14).

 

Ao denunciar o veneno que calunia a vida, contaminando-a com a má consciência, a genealogia se afirma como um procedimento revolucionário. Pela genealogia detectam-se, tanto os mecanismos de poder que pervadem a sociedade em Foucault, como método para compreender a biopolítica em Agamben. Celebramos os 130 anos de Para a Genealogia da Moral, oferecendo através deste Colóquio Internacional de Filosofia, Nietzsche: genealogia, consciência e sociedade, um espaço de discussão que contribua para um debate em curso, em torno à atualidade do pensamento nietzschiano, no que tange à moral, aos valores e à biopolítica.

 

 


02 Out 2018 > Ocorrido há 350 dias
02 Out 2018 - 04 Out 2018
13 Abr 2018 - 24 Ago 2018
13 Abr 2018 - 24 Ago 2018

 

02/10/2017 - Terça-feira:  

 

Noite 

 

19:00 - 19:30 – Credenciamento

 

19:30 – 20:00 – Intervenção Cultural

 

20:00 – 22:00 – Conferência de Abertura

 

Paulo Valadier – Centre Sèvres, (França)

 

Nietzsche, Genealogia e Niilismo  

 

Coordenador: Álvaro Valls – (UNISINOS)

 

 

 

03/10/2017 - Quarta-feira:  

 

Manhã               

 

9: 00 – 12:00 – Apresentação de Comunicações 

 

Tarde                 

 

14:00-16:00 – Mesa Redonda 1

 

Antonio Edmilson Pascoal (UFPR) e Clademir Araldi (UFPel)

 

16:00 – 16:30 - Intervalo  

 

16:30 - 18:30 – Mesa Redonda 2

 

Angelo Marinuci (UFPel) e Wilson Frenzzatti (Unioeste)

 

Noite           

 

19:30 – 22:00 – Conferência  

 

Oswaldo Giacóia Júnior – Unicamp

 

Nietzsche, Psicologia e Genealogia

 

Coordenador: Cartor Bartolomé Ruiz - UNISINOS

 

 

 

04/10/2017 - Quinta-feira:  

 

Manhã               

 

9: 00 – 11:00 – Apresentação de Comunicações

 

11:00 – 12:00 – Conferência Via Skype

 

- Maria Cristina Fornari – Universitá di Salento (Itália) – Nietzsche: consciência, genealogia e sociedade.

 

- Coordenador: Castor Bartolomé Ruiz

 

Tarde                

 

14:00-16:00 – Mesa Redonda 3

 

Castor Bartolomé Ruiz (UNISINOS) e Márcia Junges (UNISINOS)

 

16:00 – 16:30 - Intervalo  

 

16:30 - 18:30 –   Mesa Redonda 4

 

Luís Rubira (UFPel) e Adilson Feiler (UNISINOS)

 

 

 

Noite           

 

19:30 – 20:30 – Conferência

 

Scarlett Marton – USP – Nietzsche, Genealogia e Modernidade

 

Coordenador:  Clademir Araldi – UFPEL

 

 

 

20:30 – 22:00 - Conferência de Encerramento

 

Helmut Heit  - Universidade de Tongji – Nietzsche, Foucault e a Genealogia da Vontade de Verdade.

 

Coordenador: Marcia Junges - Unisinos

 

 


Prof. Dr Adilson Felicio Feiler

 

-      As comunicações devem estar em consonância com o tema e os objetivos do Colóquio. A programação completa do evento encontra-se disponível no Sítio do IHU – ihu.unisinos.br

 

-      O envio deverá conter resumo.

 

-    Cada trabalho deverá ter, no máximo, dois autores, sendo que pelo menos um deles deverá ter sua inscrição individual efetivada.

 

-    Os trabalhos devem ser resultantes de pesquisas concluídas ou em andamento, e o texto, devidamente revisado, enviado no prazo previsto e estruturado conforme as seguintes instruções:

 

Apresentação: O resumo deverá conter título, autor(es) e sua titulação, instituição, fonte de financiamento (se for o caso) e e-mail; resumo em português, com até 2000 caracteres (sem espaço).

 

– Para cada apresentação serão disponibilizados 30min (20min - apresentação e 10min - debate).

 

 


Universidade do Vale do Rio dos Sinos e Universidade Federal de Pelotas


FaLang translation system by Faboba