UNB

Colóquio internacional  

Marilena Chaui, o trabalho e a obra: história e engajamento filosófico-político”

24, 25 e 26 de setembro

Campus Darcy Ribeiro - UnB

 

“Cabe ao discurso livre oferecer-se ao leitor como experiência prática da liberdade e, ao mesmo tempo, como trilha para alcança-la. Para conseguir seu intento, precisa ser, simultaneamente, contra-discurso capaz de enunciar de seu próprio interior aquilo que o tornaria impossível, enunciando-se a si próprio como discurso filosófico ao marcar o lugar que lhe é proferido para recusar o imaginário servil precisa realizar-se como discurso sem senhor, designando aquele que será incapaz de lê-lo e por isso irá pervertê-lo, mesmo sem disso tirar o menor proveito, apenas obedecendo a paixões tristes albergadas no coração entorpecido pelo medo, pelo preconceito, pelo ódio. Trabalho livre do pensamento, o discurso que o encarna é libertador”

Marilena Chaui1999

 

A trajetória intelectual de Marilena Chaui revela uma das mais raras contribuições para a formação do pensamento engajado brasileiro, pela sua força e amplitude de temas e trabalhos críticos sobre os problemas mais profundos da sociedade brasileira, na defesa da manutenção e criação dos direitos, da democracia, do papel da universidade pública, da cultura, na denúncia e crítica à violência, ao autoritarismo, ao discurso competente.

 

Um percurso filosófico dedicado à história da filosofia e, sobretudo, às filosofias de Espinosa e Merleau-Ponty que retoma como centro de suas questões a reflexão sobre a potência humana para a liberdade, desde seus fundamentos ontológicos até a compreensão da intricada problemática da possibilidade da ação ética, e do constante movimento instituinte da política.

 

Percorrer esta trajetória filosófica poderá nos permitir refletir sobre a Nervura do Real e as principais questões do atual cenário brasileiro, recuperar a sua compreensão pelos seus fundamentos, e, quem sabe, construir algum espectro de questões a serem enfrentadas por outros tantos trabalhos intelectualmente engajados e com isso repensar horizontes de ação, de pensamento, de contradiscurso ou, pelo menos, encontrar fissuras na densidade do real que permitam que o reconhecimento do exercício do discurso livre e da filosofia como práxis libertadora tenham, pelo menos, seu tempo e seu lugar.

 

 

Palestrantes:

 

Antonio Carlos dos Santos – Universidade Federal de Sergipe

Bernardo Ribeiro Bianchi – Freie Universitat Berlin

Cristiano Novaes Rezende – Universidade Federal de Goiás

Fernando Bonadia – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Francisco de Guimaraens – Pontifícia Católica do Rio de Janeiro

Henrique Picinato Xavier – Universidade de São Paulo

Homero Santiago – Universidade de São Paulo

José Geraldo Sousa Junior – Universidade de Brasília

Luis César Oliva – Universidade de São Paulo

Luiza Erundina – ex-prefeita de São Paulo, deputada federal PSOL-SP

Maria das Graças de Sousa – Universidade de São Paulo

Mariana de Gainza – Universidad Buenos Aires/CONICET

Marinê Pereira – Universidade Federal do ABC

Olgaria Chain Feres Matos – Universidade Federal de São Paulo

Stefano Visentin – Università degli studi di Urbino

Tessa de Moura Lacerda – Universidade de São Paulo

Vittorio Morfino – Università degli studi di Milano-Bicocca


24 Set 2018 > Ocorrido há 416 dias
24 Set 2018 - 26 Set 2018

Programação:

Dia 24 de setembro:

10h30 – Cerimonial de outorga do título de doutora honoris causa

Auditório Memorial Darcy Ribeiro – Beijódromo

 

19h00 – Conferência de abertura do Colóquio:

Auditório ADUNB

       Marilena Chaui, Profa. Dra. Honoris causa pela UnB

       “Por uma universidade democrática”

      

Dia 25 de setembro: Auditório Memorial Darcy Ribeiro – Beijódromo

10h00 – Mesa-redonda 1: O trabalho do livre do pensamento

Mediação Alex Sandro Calheiros

 

Henrique Piccinato Xavier (USP)

“Marilena Chaui entre obra e vida: o estilo de uma filosofia”

 

José Geraldo Sousa Junior (UnB)

Marilena Chaui: um pensamento que irradia dignidade política para o Direito”

 

Maria das Graças de Souza (USP)

(Título a confirmar)

 

14h00 – Mesa-redonda 2: A Nervura do Real

Mediação Alexandre Hahn

 

                   Luis César Oliva (USP)

                   “Chaui e o modelo de natureza humana”

 

                   Tessa de Moura Lacerda (USP)

                   “Singularidade e liberdade”

 

                   Cristiano de Novaes Rezende (UFG)

                   “Sobre Imanência e Geometria em A Nervura do Real I"

 

16h00 – Mesa-redonda 3: Espinosa e a política

Mediação Maria Cecília de Almeida

 

                     Antonio Carlos dos Santos (UFS)

                       "Como interpretar as Escrituras? Um possível diálogo entre Espinosa e Locke"

 

                   Bernardo Bianchi Barata Ribeiro (Freie Universität Berlin)

                   "Uma teoria espinosista da emancipação"

 

                   Mariana de Gainza (Universidad Buenos Aires/Conicet)

                  “A Filosofia entre as luzes e as trevas”

 

 

18h00 – Mesa-redonda 4: Educação e a democracia brasileira

Mediação Glaucia Figueiredo

      

                   Homero Santiago (USP)

                   “Marilena educadora”

 

                   Fernando Bonadia (UFRRJ)

                   “O discurso competente e a reforma do ensino no Brasil”

 

Lançamento de livro e sessão de autógrafos

“Em defesa da educação pública, gratuita e democrática”

                   Marilena Chaui (Organização Homero Santiago)

 

 

Dia 26 de setembro: Auditório Memorial Darcy Ribeiro – Beijódromo

 

14h00 – Mesa-redonda 5: Escritos políticos e a contemporaneidade

Mediação Herivelto Pereira

(a tradução dos textos será distribuída em versão impressa)

 

Olgária C. F. Matos (USP)

                   “Democracia: entre infortúnio e sorte”

 

                   Stefano Visentin (Università di Urbino)

                   “La servitud volutaria nel neoliberalismo”

 

                   Vittorio Morfino (Univ. di Milano-Bicocca)

                  “La tradizione marxista a contropelo. La questione della            temporalità plurale”

 

16h00 – Mesa-redonda 6: Cultura e democracia

Mediação Raquel Imanishi

                  

                   Francisco de Guimaraens (PUC-Rio)

                   “Divisão social, direitos e democracia na filosofia de Marilena Chaui”

 

            Marine Pereira (UFABC)

                  “Entre as linhas que teceram uma nova cultura política: Marilena Chaui na Secretaria Municipal de Cultura”

 

                   Luiza Erundina (ex-prefeita de São Paulo)

                   “A experiência de gestão: democracia e cidadania cultural” (título provisório)

 

 

18h00 – Sessão de encerramento: Uma homenagem à Marilena Chaui

Mediação: Ericka Marie Itokazu

                  

Apresentação

                   Homero Santiago

                  

Discurso da homenageada

Marilena Chaui

 

                   Apresentação musical: Henry Burnet

Coquetel de celebração do título de doutora honoris causa conferido à profa. Marilena Chaui, pela UnB


UNB
UNB

Comissão Organizadora:

Alex Sandro Calheiros de Moura – FIL/UnB

Erick Calheiros de Lima – FIL/UnB

Ericka Marie Itokazu – FIL/UnB

Herivelto Pereira de Souza – FIL/UnB

Maria Cecília Almeida – FIL/UnB

Raquel Imanishi – FIL/UnB

 

Informações: espinosanosunb@gmail.com

Certificados de participação serão emitidos para os inscritos.

 

Organização e apoio:

Projeto Douta Ignorância - UnB

Departamento de Filosofia/ FIL-UnB

Programa de pós-graduação em Filosofia/PPGFIL – UnB

Grupo de Estudos Espinosanos da USP

GT ANPOF Pensamento do Século XVII

Círculo de Leitura Spinoza e a Filosofia / Direito PUC-Rio

Decanato de Extensão/ DEX-UnB


FaLang translation system by Faboba