Pensar a educação em um mundo problemático
VIII Congresso da Sociedade de Filosofia da Educação de Língua Portuguesa

Faculdade de Educação da USP
sofelp2019@gmail.com

Em sua obra Éduquer pour un monde problèmatique, Michel Fabre afirma que o mundo se torna problemático na medida em que os referenciais que orientam a vida em comum se esvaem ou perdem sua legitimidade como respostas razoáveis aos dilemas e problemas de uma sociedade ou comunidade cultural. Um mundo problemático é, pois, aquele no qual já não mais podemos contar com as respostas em que de ordinário nos apoiávamos, sem que sequer soubéssemos que se tratavam de respostas, como afirma Arendt em seu ensaio sobre a crise na educação. Essa perda de referenciais sólidos e partilhados tem se espraiado pelas mais diferentes dimensões da existência humana e, no domínio da educação, se manifesta, por exemplo, nas incertezas sobre as formas e conteúdos que devem integrar a educação escolar, no questionamento acerca do significado e do lugar social do professor ou ainda nos princípios éticos e políticos a partir dos quais se podem justificar e legitimar a ação educativa. Um mundo problemático nos obriga, portanto, a avaliar as respostas que nos foram legadas, mas também a pôr em questão a própria pertinência da forma pela qual temos nos interrogado acerca dos procedimentos e da razão de ser da prática educativa.

Como, pois, pensar as tarefas e o sentido da educação em um mundo que já não conta com uma sólida tradição capaz de hierarquizar saberes e normatizar as práticas e que tampouco parece compartilhar da esperança iluminista em um devir histórico como uma marcha em direção ao progresso e à emancipação política e moral de todos os povos? Poderia a educação conviver com um regime de temporalidade no qual tanto o “espaço das experiências do passado” como o “horizonte das expectativas em relação ao futuro” (Koseleck) encolhem em face das urgências de gozo do presente? Que desafios e que oportunidades um mundo problemático – no qual o caráter estável das narrativas acerca dos papéis sociais predeterminados foi substituído pelo imperativo da autoprodução do sujeito – coloca para aqueles que pensam a educação a partir de uma perspectiva filosófica?

Enquadramento teórico e eixos temáticos

O VII Congresso da Sociedade de Filosofia da Educação de Língua Portuguesa tem o objetivo de fomentar o exame crítico dos desafios da formação educacional, a partir da mirada filosófica, tendo em vista uma pluralidade de abordagens teóricas. Assim, são propostos eixos temáticos para as mesas e apresentações de trabalhos, assim especificados:

  1. A formação ética em um mundo problemático
  2. As escolhas curriculares e a justificativa da educação em um mundo problemático
  3. Autoridade docente e legitimidade da educação escolar em um mundo problemático
  4. Educação e globalização
  5. Dogmatismo, relativismo e educação
  6. Educação, arte e literatura
  7. A educação em face da problematização das fronteiras entre o público e o privado
  8. A educação em face da herança iluminista
  9. O papel formativo da filosofia na educação

 

Para mais informações, acesse: https://sofelp2019.wixsite.com/sofelp


03 Set 2019 > Ocorrerá em 11 dias
03 Set 2019 - 05 Set 2019
03 Abr 2019 - 03 Jun 2019
Faculdade de Educação da USP
Sofelp2019
José Sérgio Fonseca de Carvalho (USP), Carlota Boto (USP), Crislei de Oliveira Custódio (USP), Marcos Pagotto-Euzebio (USP)

Normas para elaboração dos trabalhos

Resumo

  1. O texto deverá ter entre 500 e 700 palavras e ser apresentado em formato Word (doc), com espaçamento simples, fonte Times New Roman, tamanho 12.
  2. Deverá conter de três a cinco palavras-chave e ser precedido por: título em negrito e centralizado; eixo temático proposto; nome do autor e co-autores, instituição a que pertence e correio eletrônico alinhados à direita e em itálico.
  3. A escrita do resumo deve contemplar os objetivos, a justificativa e a relevância da discussão apresentada, bem como a pertinência em relação à temática do evento.
  4. Abaixo do resumo e das palavras-chave, o autor deverá indicar as cinco principais referências bibliográficas de seu trabalho.
  5. O arquivo deverá ser enviado para o endereço eletrônico: sofelp2019@gmail.com até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 03 de junho de 2019 O assunto da mensagem deverá ser ‘Resumo-Nome Completo’ (ex: Resumo – Ana Carolina de Souza).
  6. Solicita-se que o autor, ao salvar o documento em Word, nomeie o arquivo com o título do trabalho e o número do eixo referente (ex: Ética e Educação – eixo 1).

*Atenção: A não observância das diretrizes acima implicará a reprovação automática da proposta submetida ao evento.

 


FaLang translation system by Faboba