Seminário Virtual de Filosofia da Educação
Tempos de pandemia e seus impactos: diálogos e conversações
Universidad de Buenos Aires (ARG), Universidad Nacional de Quilmes (ARG), Universidad de la Serena (CHILE), Universidade de la República (URU), Universidad Nacional de Hurlingham (ARG), Universidade Tuiuti do Paraná (BRA), Universidade Federal de Santa Catarina (BRA), Universidade Federal de Pelotas (BRA), UnoChapecó (BRA), Universidad Nacional de San Martín (ARG)
redesurpaideia@gmail.com

Refletir sobre o tempo da pandemia e seus impactos sobre nossa existência e
atividade profissional, com vistas a compartilhar experiências para fecundar nossa esperança.

 

Metodologia de participação:
O Seminário consta de 5 subgrupos temáticos (estão indicados abaixo), nos quais os interessados podem se inscrever (com narrativas ou pequenos ensaios) e também podem dialogar por meio de perguntas. O coordenador dos subgrupos dará a palavra a cada expositor para apresentar brevemente a sua produção escrita. O coordenador também apresentará uma síntese das ideias principais para coordenar o debate. As intervenções serão gravadas e publicadas no Canal de YouTube da Rede SUR-PAIDEIA. Por este mesmo canal será transmitido ao vivo o Seminário visando contemplar a integração entre inscritos e participantes.


15 Set 2020 > Ocorrerá em 40 dias
15 Set 2020 - 16 Set 2020 - 17 Set 2020
14 Ago 2020

Subgrupos temáticos
I.O tempo como experiência de vida: afinal, o que sentimos nesse tempo de pandemia?
Fundamentação/ementa temática:
Todas as nossas experiências, sejam boas ou ruins, proporcionam aprendizados e o tempo sempre é pouco para que aprendamos a viver. E “aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo” (Leonardo da Vinci). Em tempos de pandemia, há que se lidar com o tempo possível, o tempo, aquele do movimento, que é, flui e nos escapa, mas nos encaminha sempre para novas experiências.
Coordenação:
-Neiva Afonso Oliveira – Brasil
-Avelino da Rosa Oliveira – Brasil
-Javier Gustavo Rio – Argentina
-Katia Aparecida Poluca Proença – Brasil
II.O momento da pandemia e nossas leituras: o que compartilhar?
Fundamentação/ementa temática:
Esse eixo se propõe a refletir e explorar as investigações e experimentações que estamos realizando em relação à seleção de textos, autores, tradições e experiências com as quais pretendemos abordar e problematizar a realidade vivida. Se entendermos que as leituras podem constituir experiências formativas, a revisão das tradições da sabedoria, modelos e pensamentos que nos permitem abordar ativa e criativamente a realidade contemporânea parece muito pertinente.
Coordenação:
-Andreia Diaz Genis – Uruguai
-Fausto dos Santos Amaral Fº - Brasil
-Gabriela Ferreira – Uruguai
III.Tempo: morte e finitude: como o medo da morte nos impede de viver?
Filosofar é aprender a viver?
Fundamentação/ementa temática:
Quando a pandemia nos atinge somos colocados diante dos riscos do viver filosoficamente ou não e dependendo de nossas escolhas (e escolas) o caminho pode ser guiado pelo medo de morte ou não. Do grande discurso fúnebre de Péricles, passando pelas Meditações de Marco Aurélio, até os ensaios do viver de Montaigne e outras obras produzidas, motivadas, contextualizadas por pandemias, pestes e surtos, estamos diante de uma correlação entre pandemia, medo de morte e vontade de filosofia ainda hoje.
Coordenação:
-Nadja Hermann – Brasil
-Diogo Norberto Mesti da Silva – Brasil
-Daniel Carlos Berisso – Argentina
IV.Tempo de outras travessias na educação – hora de voltar à vida da escola: o queafinal aprendemos?
Fundamentação/ ementa temática:
Escola como espaço de interações e compartilhamento de vivências. Escola e sua função social. Cenários de aprendizagem com e sem a escola. A vida nos espaços educativos depois de uma pandemia. Ausências, distâncias e saudades das travessias educativas. Como o presente pode nos fazer desenhar novos futuros pedagógicos.
Coordenação:
-Lúcia S. Hardt – Brasil
-Élcio Cecchetti – Brasil
-Natalia Barraco – Uruguai
V.Tempo de dialogar sobre os efeitos da pandemia e a virtualizaçãodas aulas: que novas perspectivas pedagógicas surgiram?
Fundamentação/ementa temática:
No início das atividades educacionais do ano de 2020, o mundo participou de um evento nunca antes visto. Um vírus, que se espalha com velocidade significativa, levou a grande maioria das sociedades políticas a indicar o confinamento (isolamento) em casa. As atividades educacionais não foram suspensas, mas virtualizadas. A tarefa de planejar aulas tornou-se mais complexa e as deficiências tecnológicas, tanto de treinamento quanto de materiais, foram expostas. Trabalhar em casa tem pontos fortes e fracos. Nesse contexto, a proposta é trabalhar em conjunto, dando voz àquele ensino que está preso na virtualização de suas aulas presenciais (bem-sucedidas ou não). Há muito a ser aprendido com a experiência cotidiana da virtualização em sala de aula.
Coordenação:
-Monica Fernandez – Argentina
-Jorge Santos – Argentina
-Marina Leticia Camejo Manrique – Uruguai


Rede Sur Paideia

Modalidade de inscrição sem apresentação de trabalho:
Enviar correio eletrônico ao seguinte endereço: redesurpaideia@gmail.com
a)Nome completo.
b)Número de Documento de Identidade.
c)Instituição a que pertence.
d)Indicar eixo temático.
Modalidade de inscrição com trabalho:
Destacamos que se trata de dialogar a partir de experiências subjetivas. Por isso, espera-se que cada autor inclua a si mesmo no relato. Enviar trabalho (Narrativa ou Ensaio) para o seguinte correio eletrônico: redesurpaideia@gmail.com
Data limite para enviar trabalhos: 14/08/2020
Entrega de resultados: 01/09/2020
Cada trabalho deve observar os seguintes requisitos:
a)Título do trabalho.
b)Nome e sobrenome do/a autor/a.
c)Número de Documento de Identidade.
d)Instituição a que pertence.
e)Cidade e Estado.
f)Autorização para publicar em caso de seleção do trabalho.
Quantidade de páginas e outras especificações de configuração:
a)Tamanho da letra: 12.
b)Espaçamento: 1,5.
c)Tipo de letra: Times New Roman.
d)Máximo: 5 páginas e Mínimo: 3 páginas.
e)Margens: 2,5 cm de cada lado (inferior, superior, direita e esquerda).
Foco do evento:
Existência humana: entre a pandemia e o tempo, perspectivas filosóficas. O tempo é um tema da Filosofia. Ele clama por presença e define ausências. Aprecia sonhar, imaginar e criar. Por vezes lamenta o que foi, inquieta-se com o transitório e sente perigo pelo que ainda virá.


Universidad de Buenos Aires (ARG), Universidad Nacional de Quilmes (ARG), Universidad de la Serena (CHILE), Universidade de la República (URU), Universidad Nacional de Hurlingham (ARG), Universidade Tuiuti do Paraná (BRA), Universidade Federal de Santa Catarina (BRA), Universidade Federal de Pelotas (BRA), UnoChapecó (BRA), Universidad Nacional de San Martín (ARG)


FaLang translation system by Faboba