NOTA DA ANPOF SOBRE A SITUAÇÃO DA UERJ

A Direção da ANPOF manifesta a sua profunda preocupação com a situação dramática na qual se encontra a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Neste momento, a Universidade corre o risco de fechar suas portas por estar em condições precárias de funcionamento devido à suspensão do repasse de verbas devido pelo Estado. Além disso, seus servidores, técnicos e professores, encontram-se em uma situação de extrema dificuldade por causa dos atrasos e parcelamento dos salários que vêm ocorrendo há mais de um ano.
 
Juntamos a nossa voz à todas as entidades civis e acadêmicas e pesquisadores do Brasil e do exterior que se solidarizam com a UERJ neste momento crítico. A UERJ não pode fechar suas portas. Ela é atualmente a 5ª melhor Universidade do Brasil e a 11ª da América Latina, de acordo com o ranking “Best Global Universities 2016”, aferido com base em indicadores que mensuram a performance nas áreas de pesquisa acadêmica, número de docentes premiados e reputação regional e global. Patrimônio científico e cultural do Rio de Janeiro, a UERJ firmou sua existência ao longo de 66 anos com avanços e inovações científico-acadêmicas que resultaram em 33 cursos de graduação, 54 de mestrado, 42 de doutorado, 142 de especialização, 623 projetos de extensão, intercâmbios e parcerias internacionais, e dois centros médicos de atendimento e pesquisa: Hospital Universitário Pedro Ernesto e Policlínica Piquet Carneiro - ambos com reconhecidas expertises em vários domínios das ciências médicas. Além do Colégio de Aplicação, que atende a estudantes nos níveis fundamental e médio. Essas conquistas acadêmicas resultam do esforço conjunto de todos os segmentos da Universidade. Dentre esses esforços, destaque-se o programa Prociência, que permitiu à UERJ alcançar os atuais níveis de excelência. A UERJ é também pioneira em sua missão social ao ser precursora na implantação do sistema de cotas. Além disso, a UERJ tem 2.977 docentes altamente qualificados, 4.519 funcionários técnico-administrativos especializados e 32.220 estudantes.
 
Conclamamos a toda comunidade filosófica brasileira a se posicionar publicamente para ajudar a salvar essa importante instituição pública do Estado do Rio de Janeiro.
 
Diretoria da ANPOF
Biênio 2017-2018
FaLang translation system by Faboba