20/06/2021

Dossiê: O Encontro com o logos. Fé, Razão e Oração segundo Joseph Ratzinger/Bento XVI

Faculdade de São Bento do Rio de Janeiro / http://faculdadesaobento.org.br/index.aspx

APRESENTAÇÃO

Os estudos sobre J. Ratzinger-Bento XVI continuam a crescer no Brasil e no mundo. Sobretudo a partir do seu pontificado (2005-2013), as temáticas que dominam o seu pensamento – reunido nos Joseph Ratzinger Gesammelte Schriften (ed. bras.: Obras Completas) – têm impactado as pesquisas brasileiras no campo da teologia, sobretudo nas subáreas da teologia fundamental, cristologia, eclesiologia, escatologia, liturgia e no campo da filosofia, de modo particular na antropologia, ética, política e direito. etc.

Por isso, este dossiê reúne artigos de pesquisadores dedicados ao pensamento dele, em nosso território e em países hispanofalantes, testemunhando assim um esforço internacional de aprofundamento sério de sua herança intelectual, particularmente dos acadêmicos ligados ao Grupo de Pesquisa Ratzinger da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro/Cátedra Ratzinger e ao Grupo de Pesquisa sobre Joseph Ratzinger-Bento XVI do Centro Universitário Católica de Quixadá (CE), docentes de universidades europeias, como a Universidad de Navarra (UNAV), Universidade Internacional de La Rioja (UNIR), de Pamplona e Logroño, Espanha, da Pontificia Università Santa Croce (PUSC) de Roma, Itália, e da Universidade Panamericana, da Cidade do México.

Os temas deste dossiê tratam da teologia da criação de Ratzinger e de sua visão da relação entre fé e razão/liberdade/secularismo, passando, neste âmbito, também por sua noção de logos e por sua lectio sobre o Deus da fé e o Deus dos filósofos. Um estudo sobre a categoria de encontro insere a reflexão de Ratzinger no debate filosófico sobre a questão do sentido da existência humana. O conjunto de artigos que agora apresentamos toca também no coração da eclesiologia ratzingeriana, na dimensão oracional-litúrgica do seu pensamento – incluída sua visão dos salmos e dos instrumentos musicais presentes no culto cristão – até chegar a Maria Santíssima e à ressurreição da carne e à imortalidade da alma.

Desejamos que ele sirva como incentivo ao incremento dos estudos ratzingerianos no Brasil, que nada mais são do que sinais de obediência à tarefa de buscar racionalidade da fé e  alargamento dos horizontes da razão.

 

http://faculdadesaobento.org.br/index.aspx

 

Dr. Antonio Luiz Catelan Ferreira

Dr. Rudy Albino de Assunção

Organizadores do dossiê